Ir para conteúdo 1 Ir para menu 2 Ir para busca 3 Ir para rodapé 4 Acessibilidade 5 Alto contraste 6

---

  • ?
  • ?

---

  • ?
  • ?


INFORMATIVO SECRETARIA DE AGRICULTURA: PESTE SUÍNA

Publicado em 08/09/2021 às 08:26 - Atualizado em 08/09/2021 às 08:26

Peste Suína Africana

A doença

 

Peste Suína Africana (PSA) é uma doença altamente contagiosa. A doença não acomete o homem, sendo exclusiva de suídeos domésticos e asselvajados (javalis e cruzamentos com suínos domésticos).

O impacto da introdução da PSA nos Estados Unidos foi estimado em US$ 16,5 bilhões apenas no primeiro ano de surto.  A Peste Suína Africana (PSA) atingiu em cheio a China, maior produtor e consumidor de porcos do mundo. A doença dizimou 60% do plantel do país, desequilibrando o mercado global de carnes a partir de 2018

Não existe vacina ou tratamento para a PSA.

O vírus da PSA foi erradicado no Brasil em 1984, não sendo relatados novos casos. Mas devemos manter a vigilância buscando evitar a entrada e possível circulação do vírus protegendo nosso grande rebanho suíno.

 

Fontes de infecção

Carne e subprodutos cárneos, carcaças, secreções e excreções de suínos domésticos ou asselvajados infectados pelo vírus da PSA são as principais fontes de infecção. Na natureza, os animais mortos são a grande fonte de infecção, porque o vírus permanece viável mesmo durante o processo de decomposição.

É muito importante que a carne de animais infectados com o vírus da PSA não entre na cadeia alimentar, para evitar disseminação.

 

Transmissão do vírus da PSA

A PSA é transmitida principalmente pelo contato direto entre suínos infectados e suscetíveis (domésticos ou asselvajados) ou através da ingestão de produtos de origem suína contaminados com o vírus. Carcaças de suídeos infectados que morrem e ficam no ambiente são fontes importantes de transmissão e resultam em outras formas de dispersão do vírus e da doença.

Secreções e fluidos corporais como sangue, saliva e sêmen podem conter o vírus da PSA.

A transmissão e manutenção do vírus pode ocorrer tanto por ciclo silvestre quanto doméstico e a epidemiologia da doença varia em diferentes partes do mundo de acordo com o habitat, presença ou não de suídeos selvagens (de vida livre), de vetores (ex. Ornithodoros spp.) e dos tipos de criação.

Observações clínicas da doença e diagnóstico

 

Na forma hiperaguda, ocorre morte súbita com poucos ou nenhum sinal clínico.

forma aguda é caracterizada por febre alta (40ºC a 42ºC), perda de apetite, letargia (sinais vitais baixos, com a pulsação, respiração e batimentos cardíacos praticamente imperceptíveis), hemorragias na pele (especialmente nas orelhas e flancos) e órgãos internos, vermelhidão na pele e alta taxa de mortalidade em 4 a 10 dias. 

Cepas menos virulentas ocasionam sinais clínicos leves e muitas vezes inespecíficos - febre ligeira, apetite reduzido, depressão, sinais respiratórios e aborto - que podem ser prontamente confundidos com muitas outras enfermidades em suínos e podem não levar à suspeita de PSA.

Animais que se recuperam de infecções se tornam portadores do vírus, constituindo os maiores problemas no controle da doença.

 

Prevenção da entrada e circulação do vírus da PSA

  • Treinamento e capacitação de veterinários e produtores para reconhecer a doença
  • Caçadores que tenham participado de atividades de caça em países com ocorrência da PSA, não devem trazer subprodutos da caça para o país
  • Não alimentar suínos com produtos cárneos de origem suína, oriundos de restos da alimentação humana.
  • Se encontrar suínos ou JAVALIS mortos sem causa aparente, com sinas clínicos ou lesões sugestivas de PSA:
  • Aplicar medidas de biosseguridade rigorosas para prevenir a introdução e disseminação do vírus nas granjas de suínos.
  1. Não manipule ou transporte a carcaça para outro local;
  2. Isole a área de modo a impedir o contato de animais ou pessoas com a carcaça;
  3. Comunique imediatamente a CIDASC e a Prefeitura e aguarde instruções;

FONTE

EMBRAPA SUINOS E AVES. Peste Suína Africana. Disponível on line via: https://www.embrapa.br/suinos-e-aves/psa.